JBCULTURA

NOTÍCIAS, JOGOS AO VIVO E PALPITES DE FUTEBOL

Seção de Educação Especial destaca temas importantes nas formações – Prefeitura Municipal de Ubatuba

A Prefeitura de Ubatuba investe na capacitação constante dos profissionais da Rede Municipal de Ensino. Nos dias 20 e 26 de junho, respectivamente, a Seção de Educação Especial promoveu formações com temas importantes para o cotidiano em sala de aula.

Segundo o chefe da Seção de Educação Especial, Marcelo Bozzini Carlucci, o objetivo da formação é preparar os professores para os desafios que a prática inclusiva estabelece, trazendo reflexões sobre as metodologias utilizadas e a inclusão do que é previsto em Lei.

Na terça-feira (20), a psicopedagoga da equipe multiprofissional da pasta, Malu Teixeira, falou sobre as práticas pedagógicas possíveis em sala de aula e a importância da adaptação curricular e flexibilização dos profissionais.

“Neste encontro, a profissional trouxe, dentro da legislação vigente, a perspectiva inclusiva da Educação Especial, que visa desenvolver as potencialidades dos estudantes com deficiência”, destacou Carlucci.

“Flexibilizar o currículo é torna-lo menos rígido para possíveis ajustes da adaptação, quando necessária, e, ainda, compreender  os objetivos de aprendizagem, as habilidades a serem desenvolvidas pelos alunos e orientar o trabalho dos professores para cumprirem os propósitos do ato que envolve o ensino – aprendizagem”, pontuou Malu.

Já na formação de quarta-feira (26), a fonoaudióloga que também integra a equipe multiprofissional, Graziela Alves, abordou sobre o desenvolvimento da fala nas creches, apontando o que os profissionais devem esperar das crianças.

“Resolvemos realizar esta formação, contendo o que é esperado e o que o professor deve observar para que, além de atuar em sala de aula, o profissional possa orientar as famílias, principalmente, em como procurar ajuda”, afirmou Carlucci.

“A gente vê que muita gente se pergunta porque as crianças ainda não começaram a falar e, na verdade, é porque ninguém conversa com elas. O contato, o brincar, o olhar para a criança e prestar atenção nela é essencial para esse desenvolvimento”, concluiu Graziela.